Acontece nesta quinta-feira audiência preliminar sobre o caso do cachorro enterrado vivo

A audiência preliminar de maus-tratos sobre o caso do cachorro enterrado vivo na Barra de São Miguel está marcada para esta quinta-feira (31), às 9h, no juizado da cidade de São Miguel dos Campos, em Alagoas. A informação foi confirmada pela presidente de Comissão de Bem Estar Animal da OAB Alagoas, Rosana Jambo.

Segundo a presidente, a comissão tem o laudo veterinário que aponta “indícios de anos de negligência, desassistência, provas de um animal desnutrido, desidratado com infecção, castigado pela perversidade humana”.

Após o vídeo do resgate do ‘Dogão’ ter sido viralizado o caso ganhou repercussão nas redes sociais. O projeto Acolher cuidou do cachorro e pediu ajuda para os custos do tratamento. Porém Dogão não resistiu e morreu no dia 21 desse mês.

A presidente enfatizou que a Comissão vai “requerer a pena máxima com sua majoração dado o óbito do animal”.

“Que o caso seja exemplo de rigor com a pena prevista, multa, cobertura de todos os custos arcados pela ONG e a proibição de ter animais. Do mesmo modo que praticam maus-tratos contra um animal, o faz também contra uma pessoa. Que a sociedade civil se una para pedir punição máxima para aqueles que mataram “Dogão”, finalizou Rosana.

Com informações do Cada Minuto

 

(Visited 1 times, 1 visits today)